ARQUITETURA | 2019

Alvar Aalto :
A conexão cultural com
uma visão glogal

  • Tempo de Leitura Aproximada : 7 Minutos

Em 3 de fevereiro de 1898 nascia Hugo Alvar Henrik Aalto na cidade finlandesa de Kuortane, ainda sob domínio do Império Russo. Conhecido como Alvar Aalto, foi arquiteto, urbanista e designer de móveis reconhecido mundialmente como um dos principais nomes da arquitetura do século XX. 

 

Graduou-se no Instituto Técnico de Helsinque, em 1921, após lutar na Guerra Civil pela Independência da Finlândia. Como arquiteto, deu inicio aos seus trabalhos na pequena Jyväskylä, na Finlândia. 

 

Já com maior notoriedade em 1927, mudou seu escritório para Turku, onde trabalhou emassociação com Erik Bryggmann até 1933. Neste ano, finalmente, mudou-se para a capital Helsinque onde viveu pelo resto de sua vida.

Alvar Aalto Retrato Pessoal

“Em quase todas as tarefas relativas às formas há milhares de elementos que por vontade humana são forçados a trabalhar em harmonia. Só pela arte se pode alcançar essa harmonia.“

Alvar Aalto

ARQUITETo

Durante os anos de 1923 a 1927 o arquiteto esteve à frente do escritório junto à sua mulher Aino Marsio (1898-1949). Nos anos de 1927 a 1933, trabalhou com Erik Bryggman (1891-1955), outro importante arquiteto finlandês, durante esse anos, projetou três edifícios que o firmaram como oarquiteto e lhe trouxeram e reconhecimento mundial. 

 

No ano de 1932 que iniciou sua obra como designer, fundando com sua esposa. E em 1935 fundou a Artek Ltda. Empresa responsável pela construção e distribuição dos móveis que desenhava.

 

Já consagrado na arquitetura, em 1940 se tornou professor na Faculdade de Arquitetura do Massachusetts Institute of Technology (MIT), nos Estados Unidos. 

 

A partir de 1955 tornou-se membro da Academia Finlandesa. Faleceu aos 78 anos, em 1976.

Sobre o que iremos falar neste artigo

VOCÊ PODE SE INTERESSAR TAMBÉM 

Matérias relacionadas

Conheça a história de Ludwig Mies van der Rohe, arquiteto alemão conhecido por suas formas retilíneas trabalhadas com simplicidade e elegância.

No artigo, iremos contextualizar os movimentos estéticos que influenciaram Peter Zumthor e falar sobre suas principais características.

Conheça algumas obras do arquiteto Frank Lloyd Wright, criador da arquitetura orgânica, movimento estético nascido que surgiu no século XX.

Rainha das curvas, é assim que Zaha Hadid é conhecida por conta das obras elegantes e complexas que construiu pelo mundo.

Helsinki - Alvar Aalto
Helsinki - Detalhes

Qual movimento estético influenciou o arquiteto?

A arquitetura proposta pelo finlandês Alvar Aalto ficou marcada pelo um misto de refinamento modernista e o uso do design orgânico, tornando-o precursor e mais influente arquiteto do movimento moderno escandinavo, que surgiu em meados dos anos de 1950, propondo um design que une a simplicidade, o minimalismo e a funcionalidade.

 

Foi a partir da metade do século XX que às gerações modernistas de arquitetos passaram a pensar não apenas as construções do edifício como também levaram em conta o seu interior, proporcionando a criação de projetos de forma integrada. Para entender essa corrente, é preciso avaliar também o momento em que surgiu. 

 

O século XX ficou marcado pelas duas grandes guerras mundiais que impactaram drasticamente no modo de viver dos europeus. A dificuldade dos períodos pós-guerra somada aos invernos rigorosos, trouxeram a necessidade da interiorização, a busca por aconchego e conforto dentro dos próprios lares.

 

Para garantir a internalização dos ambientes, a arquitetura escandinava promoveu um movimento arquitetônico caracterizado pela ausência de cores, intensidade do branco da neve, escassez de materiais e longos períodos de baixa luminosidade. 

 

Tudo isso para trazer uma atmosfera acolhedora para o lado interno das casas. Esse estilo também é identificado pelo uso de materiais naturais e regionais finlandeses e forte expressão pessoal nas formas e nos detalhes. 

Helsinki - Detalhes

Como Alvaar Alto desenvolveu seu próprio estilo?

Com o sonho de humanizar a arquitetura e guiado pelo seu interesse pela arte, Alvar Aalto compreendia o trabalho de um arquiteto similar ao de um artista ao considerar que para esboçar o conceito de um projeto, ele precisava deixar de lado as questões práticas e rabiscar guiado pelo subconsciente. 

 

Dessa maneira, o arquiteto imprimiu em seu estilo uma personalidade impar, capaz de misturar o refinamento modernista e o uso de materiais naturais e regionais finlandeses. 

 

Seus traços passearam entre o classicismo nórdico e o funcionalismo antes de se tornar grande referência internacional ao adotar o design orgânico em suas obras arquitetônicas e peças de mobiliário.

Elementos característicos da arquitetura Nórdica estavam presentes em suas criações. O uso excessivo de madeira, tijolo aparente, branco e de plantas faziam bonito nas obras do arquiteto, que mesclava os materiais com peças em voga na época por conta da Bauhaus, sendo eles, o cimento, metais e vidros.

 

A arquitetura conta com o uso de claraboias e amplas janelas, elementos que marcam a vontade do arquiteto de fazer a conexão entre o lado interno e externo. 

 

Isso porque o Alvar Aalto vê a arquitetura como uma obra de arte completa, considerando desde a parte interna do imóvel, com o desenho de mobiliários, até o controle da luz e do espaço.

•   O retorno de valores do passado

•   A atemporalidade no design

•   A conexão cultural com uma visão global

Como a obra de
Alvar Aalto
inspira a senplo

Site Oficial

www.alvaraalto.fi

Siga a Senplo nas redes sociais:

Continue Lendo

Explore nossa seção de conteúdo com artigos relacionados a arquitetura, desing, estilo, moda, conceito e muito mais!!